segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

KuDuro


Pensei que as polémicas dos caboverdeanos na diáspora não passavam de matar, drogas e violências. Um dia um amigo meu depois de ler o jornal Público comentou o seguinte: " Não achas que somos poucos para estarmos a ser noticiados todos os dias de forma negativa assim?" Simplesmente respondi "Tens razão!"

Afinal o KuDuro é Angolano ou Caboverdeano?

Eu não tenho dúvidas e sinceramente não acho que a origem do Kuduro é a cerne da polémica ou a questão. Hoje em dia, o reggae é cantado em todo o mundo e dá dinheiro aos jamaicanos, portugueses e inclusive os angolanos e caboverdeanos.

Irmãos, sejamos mais ambiciosos no que toca os nossos interesses, histórias e a origem! Na Diáspora temos tantos com que se preocupar e evoluir, a união entre os africanos é crucial para isso.

Um fraterno abraço a todos os angolanos e caboverdeanos espalhados por este mundo fora!

Imagem

2 comentários:

Anónimo disse...

y bo dando um espaço pa es dicussão na bu blog do arraque bu sta incrementa discuson...bu ka atxa?
bu ka ten nada di mas importante da bu da atenson nou...até parece ma ka sta kontisi nada na kauberdi ou na mundo...fodassssss

MRVADAZ disse...

Caro anónimo 17 de Janeiro de 2010 18:19,

1)Inkrimentu ki nsta da é negativo ou positivu? Sim pelo menus devia flaba kal k'é diklive des incrimentu

2)O obviu ka ta diskutitu, nfasi un purgunta ki tudu mundo dja sabi risposta. Ou será ki bu ka ntendi mensagi bu sa ta papia a toa? "Eu não tenho dúvidas e sinceramente não acho que a origem do Kuduro é a cerne da polémica ou a questão. Hoje em dia, o reggae é cantado em todo o mundo e dá dinheiro aos jamaicanos, portugueses e inclusive os angolanos e caboverdeanos."

3) Kuidadu ku nervu! Si nfosi bo ki ta preukupaba ku kusas importanti, nka ta perdeba nha tempo. Mas ka bu preukupa pamodi tempu sempre ta sobran pa "nada di mas importante" inklusive flau ma "Buru ka ta tapadu kadera pé ka da pedi".

Abraço